Pular para o conteúdo principal

Postagens

Mostrando postagens de Fevereiro, 2019

O que é o S.I.M.? (Somos Infinitamente Mulheres)

O que é o S.I.M.? (Somos Infinitamente Mulheres) Um espaço para falarmos sobre o misto de sentimentos e emoções que surgem ao vivermos fora do nosso país de origem e é vivenciado de forma única por cada uma de nós. Um espaço para falarmos sobre os nossos desafios, superações, conquistas e vitórias diárias. Um espaço para quem busca acolhimento, suporte no processo de re-invenção e re-descoberta de si mesma. Um espaço de acolhimento, não julgamento e cura mútua para nós que moramos fora do Brasil. Encontros no primeiro sábado de cada mês em Darmstadt. Mais informações: www.arabuta-eco.com ou ola@arabuta-eco.com

Amor por uma vida mais sustentável e consciente

A Arabuta nasceu para ajudar a florescer o amor por uma vida mais sustentável e consciente. Consciente e sustentável não só na forma com que consumimos, mas na forma que olhamos para nós mesmos e para o outro. Respeito com a natureza, seus tempos e processos foi a primeira semente colocada na terra, mas muitas outras vieram e ainda virão. Carteiras, bolsas em tecido de cortiça e algodão, guardanapos de tecido 100% algodão foram os primeiros frutos que nasceram na Arabuta, tudo cheio de muita cor, cuidado em cada parte do processo de criação e confecção e respeito à vida de cada ser vivo no Planeta, pois não uso absolutamente nada que seja fruto do sofrimento de um ser senciente, todos os meus produtos são VEGANOS. As ideias foram se expandindo e outros assuntos começaram a fazer parte da lista de conteúdo da ARABUTA, como vida saudável, alimentação vegana e natural, consumo consciente, psicologia feminina e criatividade. O trabalho manual, o criar com as própri

Reconexão e Gratidão

Ontem acordei mais lenta, meu corpo pedia calma, meu espirito pedia desacelere, meu coração dizia me ouve e minha intuição dizia pare e dê meia volta. Era quarta-feira, dia de Yoga e eu amo os dias de yoga! Amo fazer yoga! Aprendi amar e saborear novamente os tempos que são só para mim. Sempre gostei de ficar um tempo sozinha, isso me faz bem, me recarrega, me ajuda a estar mais disponível para mim e para o outro. Meu corpo não pedia movimento naquele dia, minha intuição me dizia que era um dia de meditação de ficar comigo mesma, que o tempo para mim deveria ser entre somente eu e eu mesma. :-) Mesmo assim troquei de roupa, coloquei a minha calça de yoga e saí de casa rumo à escola de yoga. Minha pela sentia o vento mais frio do que nos últimos dias, apesar do termômetro marcar 7 graus, uma excelente temperatura para a estação atual.  Caminhei por alguns minutos e quando iria atravessar a última rua antes de chegar na escola, minha intuição me puxou pel

Deusa Erinnyen e Momentos de Crise

Vamos falar sobre momentos de crise? Esse é o convite da Deusa  Erinnyen. Como você lida com momentos de crise? Você busca ajuda? Você consegue distinguir qual o tipo de crise você está vivendo e nomeá-la? A Deusa Erinnyen indica que tempos de crise também são luminosos tempos de crescimento e de transformação. Muitas possibilidades vêm até você. Mas claro que antes das possibilidades se mostrarem você precisa atravessar a crise. E com certeza será muito mais fácil se você procurar o auxílio adequado que necessita para o momento. Se você está passando por um momento de crise emocional, você pode e deve procurar um psicoterapeuta ou um psicologo. Se a crise é financeira ou problemas no trabalho, procure as possibilidades de financiamento ou um aconselhamento profissional. Se o problema é com a saúde, procure um médico.  O mais importante é cuide de você! Desejo momentos de muita luz e paz em sua caminhada Com amor

5 anos em 1 ano

É exatamente assim que me sinto quando olho para o ano de 2018. Foi um ano intenso, de muito crescimento e descobertas internas. Renasci. Logo no inicio do ano a ficha caiu de que nada, absolutamente nada, é por acaso.  Passei muito tempo da minha vida e deste tempo certamente os últimos 9 anos, acreditando que eu era vítima do destino, porém algo mudou e no começo de 2018 segurei a minha vida novamente em minhas mãos e disse para mim mesma:  "Não! Tem que haver alguma coisa além disso tudo!" E sim! Há muito mais coisa além disso, basta estar atenta e observar. Mudei-me para a Alemanha em junho de 2008 com a finalidade de "acompanhar o marido" em um estágio do seu Doutorado por 1 ano.  O tempo passou, eu tive 2 filhos, fiz curso de alemão até o nível C1 e Certificado DSH-2, porém inconscientemente eu ainda estava aqui para "acompanhar o marido" mesmo já tendo se passado 8 anos intrinsicamente era isso que ecoava em mi