Quer receber inspirações no seu Email?

Você quer ser avisado sempre que houver novidades por aqui?

* indicates required

quinta-feira, 16 de maio de 2019

Ouvindo minhas necessidades


Olhar para mim e minhas necessidades tem sido algo que tenho buscado recorrentemente nos meus dias.

Quando me pego sem paciência com as crias, quando explodo com mais facilidade tento parar e investigar qual foi o fio que se desconectou, ou melhor dizendo onde foi que me desconectei de mim.

Busco uma música suave, respiro fundo, tiro os sapatos e com os pés descalços no chão tento me aterrar novamente, buscar meu chão, sentir a energia que me conecta com a Mãe Terra.

O coração se acalma e então eu entendo que eu preciso de PAUSA, preciso me desacelerar, preciso olhar para mim, preciso cuidar de mim, preciso dar para o meu corpo o que ele me pede, preciso lembrar que sou regida pela minha intuição e pelo meu coração, e que somente quando eu me conecto com eles eu posso me conectar comigo, com a minha essência e com a minha verdade.

Desde ontem estou mais explosiva e sem paciência, e quando perguntei ao meu coração e à minha intuição o porquê desse comportamento eles me responderam: PARE, RESPIRE, SINTA, DESACELERE, só assim você terá espaço para ser você.

Hoje o dia vai ser, assim, leve e cheio de coisas para reabastecer o meu coração e minha alma.

Aqui deixo um presente para a alma, que representa bem o meu momento hoje e espero que possa te inspirar também.

Um dia de muita paz e luz!

Daniele Avila

*******************************************************************


Paciência Lenine Composição : Lenine e Dudu Falcão Mesmo quando tudo pede Um pouco mais de calma Até quando o corpo pede Um pouco mais de alma A vida não para... Enquanto o tempo Acelera e pede pressa Eu me recuso faço hora Vou na valsa A vida é tão rara... Enquanto todo mundo Espera a cura do mal E a loucura finge Que isso tudo é normal Eu finjo ter paciência... O mundo vai girando Cada vez mais veloz A gente espera do mundo E o mundo espera de nós Um pouco mais de paciência... Será que é tempo Que lhe falta para perceber? Será que temos esse tempo Para perder? E quem quer saber? A vida é tão rara Tão rara... Mesmo quando tudo pede Um pouco mais de calma Até quando o corpo pede Um pouco mais de alma Eu sei, a vida não para A vida não para não... Será que é tempo Que lhe falta para perceber? Será que temos esse tempo Para perder? E quem quer saber? A vida é tão rara Tão rara... Mesmo quando tudo pede Um pouco mais de calma Até quando o corpo pede Um pouco mais de alma Eu sei, a vida é tão rara A vida é tão rara... A vida é tão rara...
**********************************************

_____________________________________

Você também pode me encontrar aqui:
Loja online: etsy.com/shop/arabuta

Analitics

mailchimp